Johannes Janzen


  Q U A R T A - F E I R A ,   5   D E   O U T U B R O   D E   2 0 1 6


9 Marcas promoveu um debate entre Harold Best e Ken Myers acerca da música. Best representou a opinião da maioria dos evangélicos, isto é, do relativismo musical. De John Piper a Rick Warren, a maioria dos líderes evangélicos defende a opinião de Best, isto é, que a música não carrega consigo significado, sendo, portanto, neutra. Portanto, não há algo como uma música melhor que a outra.

Há muitos problemas com essa posição. Scott Aniol sumariza a raiz do problema. Best posiciona erroneamente a música como algo "neutro", insistindo que Deus somente julga as pessoas pelas suas ações, Deus somente redime pessoas, e que somente interessam os motivos e as ações das pessoas.

O problema que a música não é somente uma "coisa" tal como uma rocha ou um sapato. A música é uma comunicação humana, é uma ação humana. A música é produzida por agentes humanos morais, sendo uma ação humana. Essa poderosa forma de comunicação, como todas as outras formas de comunicação, expressa valores, sentimentos e estados de espíritos que fazem parte daquilo que deve ser julgado pelo seu valor moral. Portanto, eu concordo com a posição de Best que Deus julga as pessoas pôr como elas agem, e isso inclui a música que produzem.

Ken Myers corretamente notou que o tipo de relativismo que Best articula falha em reconhecer que existem muito mais níveis de significado e significância que aquele meramente comunicado através de proposições. Myers astutamente observa que "cristãos teologicamente conservadores, hábeis em defenderem verdades proposicionais, frequentemente negligenciam a tarefa de aprender a discernir significado não proposicional". Muito do valor (bom ou mal) é expresso através de formas imaginativas tal como a música. O significado na música é carregado não discursivamente tal como afirmações proposicionais, mas metaforicamente através de várias qualidades musicais relacionadas à experiência humana, tais como gestos, timbres e texturas. Isso significa que alguns tipos de música são certamente melhores do que outros, dependendo dos valores que eles incorporam e Best está errado.


  Palavras-chave: cristã, Harold Best, Ken Myers, significado, música

Enviado por: Johannes Janzen  |  865 views   

   Postagens relacionadas


   Deixe aqui seu comentário

Nome *:
E-mail *:
  (não será publicado)
Título:
Texto *:
Texto da Imagem *:
  (sem espaços)
 




   Pesquisar

   Arquivo

   Sobre mim
   Johannes G. Janzen é professor de engenharia na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Possui doutorado em Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo com período sanduíche na Universidade de Karlsruhe, Alemanha. Tem experiência na área de Engenharia Civil e Ambiental com ênfase em Fenômenos de transporte e Hidráulica.

   Postagens mais recentes

   Postagens mais vistas

   Comentários recentes

   Palavras-chave

   Twitter

   Facebook

O conteúdo deste website, salvo indicações, é de uso exclusivo da
Sociedade Origem e Destino - Copyright © 2011